Storytelling, a poderosa estratégia do Marketing Digital

Autor
Belo Digital
Publicado a
Storytelling, a poderosa estratégia do Marketing Digital
Storytelling, a poderosa estratégia do Marketing Digital

Atualmente, de acordo com os dados fornecidos pela Marktest, mais de 70% da população portuguesa tem acesso à Internet, acabando, consequentemente, por passar muitas horas nas redes sociais. Com o decorrer do tempo, os consumidores têm-se tornado mais exigentes relativamente aos conteúdos criados pelas marcas e, por isso, estas depararam-se com a necessidade de procurar e produzir novas formas de captar a atenção dos utilizadores. É neste contexto que surge o storytelling.

O storytelling tornou-se numa das estratégias de marketing mais eficazes, tanto nas redes sociais, como na televisão. O conceito, como o próprio nome indica, é a arte de contar (telling) uma história (story), com o objetivo de estabelecer relações de confiança com os clientes, envolvendo-os através de uma narrativa. No contexto do marketing digital, diz respeito ao ato de contar uma história, recorrendo ao uso de imagens, vídeos, sons e texto para divulgar uma marca.

Diferente da publicidade, o storytelling não procura apenas vender, mas sim criar um ambiente que permita envolver o consumidor, fazendo com que este recorra à marca sempre que necessita dos seus produtos. Existem várias histórias que podem ser contadas, desde a vida da empresa até à criação e produção dos artigos vendidos pela mesma, isto porque, cada vez mais, os consumidores mostram-se interessados sobre o que acontece nos bastidores.

Antes de se começar a elaborar uma estratégia, convém definir alguns parâmetros, como o público para o qual se vai comunicar, para que os conteúdos possam ser enquadrados de acordo com as suas necessidades. É também importante definir o objetivo que se pretende atingir: realizar uma compra, passar uma mensagem, entre outros.

Não há uma receita concreta para criar uma boa estratégia de storytelling, mas existem várias técnicas e elementos que se podem aplicar para se ter sucesso e alcançar um maior número de pessoas. Seguem-se alguns.

  • Propósito: é o que ditará o caminho da história que se pretende contar;
  • Problema: é o obstáculo que a personagem da história enfrentará e que corresponde à necessidade do consumidor que a marca procura responder;
  • Personagem: é a personificação do consumidor;
  • Plano: são os passos necessários cumprir para se colocar o projeto em prática, ou seja, são os passos que o consumidor tem de seguir para obter resultados;
  • CTA (Call To Action): tem o objetivo de levar o consumidor a realizar uma ação (por exemplo, a compra de um produto);
  • Fracasso: mostrar o que pode acontecer caso a pessoa não faça o que foi sugerido através do CTA, mostrando o que esta perde, caso não adquira determinado produto/serviço;
  • Sucesso: diz respeito aos benefícios que a personagem (representação do consumidor) terá se utilizar os serviços/produtos da marca.

Todavia, é preciso ter cuidado com aquilo que se conta, de forma a não enganar o público, o que pode acarretar consequências negativas para a marca, como a perda de confiança e até de clientes.

De facto, o storytelling pode trazer vários benefícios para as empresas que recorrem a esta estratégia, como promover mais interação entre a marca e os consumidores; conquistar novos clientes e fidelizar os que já existem; aumentar o feedback nas redes sociais; promover a marca de forma mais criativa; como ainda aumentar o reconhecimento da empresa e dos seus produtos.

Num mercado cada vez mais saturado, é crucial encontrar formas de as marcas se destacarem da concorrência e quantas mais ferramentas tiverem ao seu dispor, mais fácil se torna. O storytelling oferece às empresas uma nova forma de reconhecimento, criando uma relação mais próxima com os consumidores.

Quer ter uma estratégia de storytelling pensada ao pormenor para a sua marca? A Belo Digital pode ajudá-lo. Contacte-nos.

Subscreva a
nossa Newsletter